Num momento delicado como o que estamos passando, a melhor estratégia para um investidor consciente é manter-se calmo e racional.

Todo investidor, por mais iniciante que seja, precisa seguir uma estratégia ao investir. Ele precisa ter claro em sua mente os prazos de seu investimento, o tipo de estudo que vai fazer para comprar ações (análise fundamentalista ou técnica), a alocação do dinheiro que vai para ações, renda fixa, multimerdados.

Em uma época como essa é que o investidor é testado. É na crise que sabemos se ele será capaz de investir conscientemente e seguir a estratégia traçada para seus investimentos.

Vou listar três simples fatos que podem tranqüilizar um o investidor.

Historicamente, a bolsa sempre sobre

Durante toda a vida da bolsa, houveram dezenas de crises, umas mais fortes que as outras, mas todas tiveram sua baixa recuperada após algum tempo.

Veja esse gráfico de 5 anos de bolsa. Em nenhum momento a bolsa parou de subir no longo prazo.

Seus R$0,60 na verdade valem R$1,00

Existem duas expressões comuns no mercado financeiro, o “valor de mercado” de uma empresa e o seu “valor intrínseco”.

O valor intrínseco nada mais é do que o valor que a empresa realmente vale, ou seja, o seu valor levando em conta o lucro, patrimônio liquido, perspectivas do setor, fluxo de caixa, etc.

O valor de mercado de uma empresa é o valor que o mercado de ações está dando para ela naquele instante. Esse valor é indicado pelo valor de sua ação.

Na bolsa, boa parte das empresas está com o seu valor de mercado menor do que seu valor intrínseco. Em uma época de crise como essa nada mais racional do que pensar no valor intrínseco da empresa em que você investe e deixar a euforia e nervosismo do mercado de lado.

A excelente chance de comprar papeis de boas empresas

Quando ocorre uma queda forte, uma ótima oportunidade para compra aparece. A premissa básica de qualquer investidor (e que o mega investidor Warren Buffet sempre cita) é “comprar na baixa e vender na alta”. Não existe conta mágica, é pura matemática.

Créditos das fotos: advfn e oscarbjarna

Posts Relacionados